01 de Janeiro de 2019

Solenidade da Santa Mãe de Deus - Terça-feira

- por Padre Alexandre Fernandes

 

Antífona da entrada

 

– Salve, ó santa mãe de Deus, vós destes à luz o rei que governa o céu e a terra pelos séculos eternos (Sedúlio)

 

Oração do dia

 

– Ó Deus, que pela virgindade fecunda de Maria destes à humanidade a salvação eterna, dai-nos contar sempre com a sua intercessão, pois ela nos trouxe o autor da vida. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,na unidade do Espírito Santo.

 

1ª Leitura: Nm 6,22-27

 

– Leitura do livro dos Números – 22O Senhor falou a Moisés, dizendo: 23 'Fala a Aarão e a seus filhos: Ao abençoar os filhos de Israel, dizei-lhes: 24O Senhor te abençoe e te guarde! 25O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face, e se compadeça de ti! 26O Senhor volte para ti o seu rosto e te dê a paz!
27Assim invocarão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei'.

 

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

 

Salmo Responsorial: Sl 67, 2-3.5.6.8  (R: 2a)

 

– Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção.
R: Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção.

– Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.
R: Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção.

– Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.
R: Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção.

– Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!

R: Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção.

 

2ª Leitura – Gl 4,4-7

 

– Leitura da carta de são Paulo aos Gálatas – Irmãos: 4Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei, 5a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva. 6E porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: Abá – ó Pai!  7Assim já não és mais escravo, mas filho; e se és filho, és também herdeiro: tudo isso, por graça de Deus.

 

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

 

Aclamação ao santo Evangelho

 

Aleluia, aleluia, aleluia.

Aleluia, aleluia, aleluia.

 

 – De muitos modos, Deus outrora nos falou pelos Profetas; nestes tempos derradeiros, nos falou pelo seu Filho  (Hb 1,1).

 

Aleluia, aleluia, aleluia.

 

Evangelho de Jesus Cristo, segundo Lucas: Lc 2, 16-21

 

– O Senhor esteja convosco.

– Ele está no meio de nós.

– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.

– Glória a vós, Senhor!  

– Naquele tempo: 16Os pastores foram às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido, deitado na manjedoura. 17Tendo-o visto, contaram o que lhes fora dito sobre o menino. 18E todos os que ouviram os pastores ficaram maravilhados com aquilo que contavam. 19Quanto a Maria, guardava todos estes fatos e meditava sobre eles em seu coração. 20Os pastores voltaram, glorificando e louvando a Deus por tudo que tinham visto e ouvido, conforme lhes tinha sido dito. 21Quando se completaram os oito dias para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus, como fora chamado pelo anjo antes de ser concebido.

 

– Palavra da salvação.

– Glória a vós, Senhor!  

Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus

- por Padre Alexandre Fernandes

A Igreja proclama um único Deus no Pai e no Verbo, por isso, a Santíssima Virgem é a Mãe de Deus

Oitavas de Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo. Que graça para nós começarmos o primeiro dia do ano contemplando este mistério da encarnação que fez da Virgem Maria a Mãe de Deus!

Este título traz em si um dogma que dependeu de dois Concílios, em 325 o Concílio de Nicéia, e em 381 o de Constantinopla. Estes dois concílios trataram de responder a respeito desse mistério da consubstancialidade de Deus uno e trino, Jesus Cristo verdadeiro Deus e verdadeiro homem.

No mesmo século, século IV, já ensinava o bispo Santo Atanásio: “A natureza que Jesus Cristo recebeu de Maria era uma natureza humana. Segundo a divina escritura, o corpo do Senhor era um corpo verdadeiro, porque era um corpo idêntico ao nosso”. Maria é, portanto, nossa irmã, pois todos somos descendentes de Adão. Fazendo a relação deste mistério da encarnação, no qual o Verbo assumiu a condição da nossa humanidade com a realidade de que nada mudou na Trindade Santa, mesmo tendo o Verbo tomado um corpo no seio de Maria, a Trindade continua sendo a mesma; sem aumento, sem diminuição; é sempre perfeita. Nela, reconhecemos uma só divindade. Assim, a Igreja proclama um único Deus no Pai e no Verbo, por isso, a Santíssima Virgem é a Mãe de Deus.

No terceiro Concílio Ecumênico em 431, foi declarado Santa Maria a Mãe de Deus. Muitos não compreendiam, até pessoas de igreja como Nestório, patriarca de Constantinopla, ensinava de maneira errada que no mistério de Cristo existiam duas pessoas: uma divina e uma humana; mas não é isso que testemunha a Sagrada Escritura. porque Jesus Cristo é verdadeiro Deus em duas naturezas e não duas pessoas, uma natureza humana e outra divina; e a Santíssima Virgem é Mãe de Deus.

Santa Maria Mãe de Deus, rogai por nós!

FONTE: Canção Nova 

Meditação

- por Padre Alexandre Fernandes

Guardava todas as coisas… (Lc 2,16-21)

 

            Há duas maneiras de olhar: para fora, para dentro. Estamos escravizados à primeira delas. Com esse olhar “extrovertido”, veremos apenas os pastores de Belém, os detalhes da gruta, o boi e o burro dos presépios infantis. Nossos olhar, viciado pela TV, perdeu a capacidade de olhar “para dentro”.

 

            A Mãe de Jesus é uma exceção. Maria vê, sem dúvida, os eventos históricos, mas seu olhar se dirige para o interior. Como anotou São Lucas, “Maria guardava todas essas coisas, meditando-as em seu coração”. Não é sem motivo que a Igreja abre o ano litúrgico com esse olhar mariano.

 

            Sim, diante das maravilhas de Deus, não podemos nos limitar ao evento, deixando de lado o seu sentido. O cinema explora a visão “para fora”: uma arca sobre o dilúvio, trovões no Sinai, o Mar Vermelho cortado ao meio, a ferida na fronte de Golias. Maria, tão diferente, se recolhe e se interroga: “Que nos fala o Senhor a partir de tudo isto?”

 

            O teólogo Hans Urs von Balthasar nos convida a contemplar Maria. “As palavras simples do Evangelho, repetidas por duas vezes (Lc 2,19.51), sobre Maria guardar tudo em seu coração e meditar, mostram que ela é para toda a Igreja o vaso inesgotável da lembrança e da elucidação. Ele conhece na profundidade máxima todos os eventos e todas as festas do tempo litúrgico que celebramos através de todo o ano.

 

            É também este o sentido da oração e do Rosário: é com os olhos e o coração de Maria que devemos contemplar e venerar os mistérios de Cristo, para compreendê-los em profundidade, tanto quanto nos é possível. A veneração e a festa do coração de Maria nada têm de sentimental, mas conduz a essa fonte inesgotável da compreensão de todos os mistérios salvíficos de Deus, que interessam ao mundo inteiro e a cada um de nós em particular.

 

            Situar o ano sob a proteção dessa maternidade significa, enquanto irmãos e irmãs de Jesus e, assim, enquanto filhos de Maria, implorar dela uma constante compreensão para uma caminhada constante no seguimento de Jesus. Tal como a Igreja, da qual Maria é a célula primitiva, ela nos abençoa, não em seu próprio nome, mas em nome de seu Filho, o qual nos abençoa pessoalmente em nome do Pai e no Espírito Santo.”

 

            Contemplar, guardar no coração, meditar o sentido profundo dos acontecimentos. Um belo programa a realizar este ano, sob o manto de Maria!

 

Orai sem cessar: “Conservo no coração tuas palavras!” (Sl 119,11)

Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

29ª Semana do Tempo Comum

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.