16 de Junho de 2019

11ª semana do tempo Comum - Domingo

- por Padre Alexandre Fernandes

DOMINGO – SANTÍSSIMA TRINDADE

(Branco, glória, creio,prefácio próprio –  Ofício da solenidade)

 

Antífona da entrada

 

– Bendito seja Deus Pai, bendito o Filho unigênito e bendito o Espírito Santo. Deus foi misericordioso para conosco.

 

Oração do dia

 

– Ó Deus, nosso Pai, enviando ao mundo a Palavra da verdade e o Espírito santificador, revelastes o vosso inefável mistério. Fazei que professando a verdadeira fé, reconheçamos a glória da trindade e adoremos a Unidade onipotente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

 

1ª Leitura: Pr 8,22-31

 

– Leitura do livro dos Provérbios: Assim fala a sabedoria de Deus: 22“O Senhor me possuiu como primícias de seus caminhos, antes de suas obras mais antigas; 23desde a eternidade fui constituída, desde o princípio, antes das origens da terra. 24Fui gerada quando não existiam os abismos, quando não havia os mananciais das águas, 25antes que fossem estabelecidas as montanhas, antes das colinas fui gerada. 26Ele ainda não havia feito as terras e os campos, nem os primeiros vestígios de terra do mundo. 27Quando preparava os céus, ali estava eu, quando traçava a abóbada sobre o abismo, 28quando firmava as nuvens lá no alto e reprimia as fontes do abismo, 29quando fixava ao mar os seus limites – de modo que as águas não ultrapassassem suas bordas – e lançava os fundamentos da terra, 30eu estava ao seu lado como mestre-de-obras; eu era seu encanto, dia após dia, brincando, todo o tempo, em sua presença, 31brincando na superfície da terra, e alegrando-me em estar com os filhos dos homens”.

 

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

 

Salmo Responsorial: Sl 8,4-5.6-7.8=9 (R: 2a)

 

– Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!
R: Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!

– Contemplando estes céus que plasmastes e formastes com dedos de artista; vendo a lua e estrelas brilhantes, perguntamos: ”Senhor, que é o homem, para dele assim vos lembrardes e o tratardes com tanto carinho?”

R: Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!

– Pouco abaixo de Deus o fizestes, coroando-o de glória e esplendor; vós lhe destes poder sobre tudo, vossas obras aos pés lhe pusestes:

R: Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!

– as ovelhas, os bois, os rebanhos, todo o gado e as feras da mata; passarinhos e peixes dos mares, todo ser que se move nas águas.

R: Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!
 

São Simão Stock

- por Padre Alexandre Fernandes

O santo de hoje nasceu no condado de Kant (Inglaterra). Com apenas 12 anos, movido pelo Espírito Santo de Deus, abandonou sua família por uma vida eremítica, uma vida no deserto. Ele fez do tronco de uma árvore a sua morada, por isso o ‘Stock’ em seu nome (stock = tronco). Ali, se consagrou na penitência e na busca da salvação das almas. Descia até o povoado para visitar os doentes e evangelizar, e voltava para o seu retiro.

Simão, homem de obediência ao Senhor. Deus o quis na família carmelita, recém chegados à Inglaterra. Após discernir, tornou-se um religioso nesta Ordem. Profundamente mariano, era um homem do serviço e dedicado aos irmãos. Nossa Senhora apareceu a ele, com o escapulário, apresentando-o como uma proteção especial àqueles que o usarem com devoção. Quanto mais marianos, mais cristãos!

São Simão Stock, rogai por nós!

FONTE: Canção Nova

Meditação

- por Padre Alexandre Fernandes

 

O Espírito vos guiará… (Jo 16,12-15)

 

            Na solenidade da Santíssima Trindade, a liturgia nos põe em contato com breve passagem do Evangelho de São João, onde Jesus – o Filho – nos fala do Pai e do Espírito Santo. Estamos diante do mistério da Trindade: o Deus Uno e Trino. A mesma Trindade que se manifesta no batismo de Jesus, quando o Filho encarnado está nas águas do Jordão, desce sobre ele o Espírito, na forma visível de uma pomba, e ouve-se da nuvem a voz do Pai, num momento de identificação: “Eis o meu Filho bem-amado” (cf. Mt 3,16-17; Mc 1,9-11).

 

            As palavras de Jesus têm a intenção explícita de impedir que a fé dos discípulos seja abalada (cf. Jo 16,1) com a sua despedida. Ele, o Mestre, aponta para outro Guia, outro Condutor: “O Espírito da Verdade vos guiará em toda a verdade”. Trata-se do Espírito Santo.

 

            Comenta o monge André Scrima: “Jesus não diz ‘ele vos ensinará’ do modo como um mestre ensina um aluno, da boca ao ouvido; o Espírito não fala como eu, mas ‘ele vos guiará’ [do grego “agôgê, donde a mistagogia, termo utilizado pelos Padres em seus escritos] por uma diferente maneira. O Espírito conduz o homem de dentro, ele não dialoga como Cristo (pois não tem boca!), mas sua atuação é profunda, interior, opera-se em plenitude. Ele guia e põe em movimento por um agir íntimo, toma o homem e o impele e faz avançar. É uma presença íntima que conduz no caminho, que conhece o caminho. Quem conhece o caminho de Deus como o Espírito de Deus? “Este Espírito que está em nós é que nos conduz para onde ele está: para toda a verdade”.

 

            Ora, a Verdade inteira é o próprio Jesus, que nos garante: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida”. Caminho para o Pai (cf. Jo 14,6). Vida em plenitude (Jo 10,10b). E sem o Espírito Santo, é impossível aceitar o senhorio de Jesus em nossas vidas (1Cor 12,4).

 

            Na Exortação apostólica “Evangelii Gaudium” (nº 267), o Papa Francisco nos exorta: “Unidos a Jesus, procuramos o que Ele procura, amamos o que Ele ama. Em última instância, o que procuramos é a glória do Pai, vivemos e agimos ‘para que seja prestado louvor à glória da sua graça’ (Ef 1,6). Se queremos entregar-nos a sério e com perseverança, esta motivação deve superar toda e qualquer outra. O movente definitivo, o mais profundo, o maior, a razão e o sentido último de tudo o resto é este: a glória do Pai que Jesus procurou durante toda a sua existência”.

 

Orai sem cessar: “Permanecei em mim!” (Jo 15,4)

Texto de Antônio Carlos Santini, da Comunidade Católica Nova Aliança.

29ª Semana do Tempo Comum

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo nosso site, você nos autoriza a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.