Em missão – Fortaleza e Monte Sião

Em missão – Fortaleza e Monte Sião

Somos o tempo inteiro desinstalados por Deus. Às vezes levamos nossa vida no automático e
nos acostumamos com o que realizamos e fazemos. Perdemos a beleza de ver o novo. E
muitas vezes o novo pode ser o sopro do espírito de Deus para nossa vida e nossa história.
Nesses últimos dias tive a alegria de viajar em missão para Fortaleza, participando do encontro
“Jesus quer curar e dar a vida eterna”, do Instituto Hesed, convivendo com um público
numeroso, interessado e cheio de fé. E recebendo toda a atenção dos organizadores do
evento. Fui abraçado pelo carinho de todos enquanto levava a palavra de Deus e ao mesmo
tempo vivi a experiência do conhecimento e da convivência com outras pessoas.
Lembrei-me muito do apóstolo Paulo, quando ele viajava em missão anunciando o Reino de
Deus nas mais diferentes comunidades. Esta missão me trouxe uma alegria muito grande de
perceber que o evangelho é vivo em cada lugar. Como fez bem ao coração encontrar esta
igreja viva em Fortaleza! Passar esta experiência ao lado dos membros do Instituto Hesed, de
dar para eles o tema sobre os novíssimos da fé (Céu, inferno e purgatório), principalmente em
novembro, que é o mês das almas do purgatório. E ainda trabalhar com eles a realidade dos
céus.

Estive também em missão em Monte Sião, durante a festa da Medalha Milagrosa, padroeira
desta cidade do interior de Minas, cuja devoção à Nossa Senhora das Graças é comovente.
Uma das coisas que mais me impressionou foi perceber como a fé popular muitas vezes define
a grandeza e a presença de Deus. Ali, a história da imagem da Nossa Senhora das Graças é
cheia de emoção e fé. Há alguns anos, a imagem foi tirada pelas autoridades eclesiásticas do
Santuário porque achavam que era muito sensual. Aí a levaram para uma capela paralela. E em
Monte Sião parou de chover, começou uma seca muito grande. Durante os três anos que a
imagem esteve fora da cidade. De repente, quando resolveram voltar com a imagem para
dentro da cidade, Monte Sião recebeu chuva. Isso é ou não um momento de graça? Obrigado,
Senhor, pela missão a mim confiada.
Obrigado pela partilha do conhecimento e da convivência.