Homilia Dominical – IV DOMINGO DA PÁSCOA (12/05/2019)

Homilia Dominical – IV DOMINGO DA PÁSCOA (12/05/2019)

O quarto domingo da Páscoa é o domingo do Bom Pastor e dessa imagem pastoril citada por João destacamos três verbos. O primeiro é o escutar (“As minhas ovelhas escutam a minha voz”). Para escutar, a voz precisa ter a credibilidade da palavra. Nós estamos perdendo a força da credibilidade. Antigamente quando se ia assinar um contrato as pessoas diziam: “Vamos assinar na força do bigode”, ou seja, na confiança da palavra dada um para o outro. A palavra de Jesus tem credibilidade. Quem crê escuta as palavras confiáveis de Jesus. Ouvir é uma forma mais profunda, mais interna. São Paulo diz que a fé vem pelo ouvir. E Jesus nos fala: sou eu mesmo, este é o meu corpo, isto é meu sangue, sou eu presente na eucaristia. Assim para ter fé em Jesus é necessário escutá-lo para gerar um relacionamento com Ele dia após dia. Na distância é difícil ser amigo de alguém, perdemos o timbre da voz do outro, deixamos de escutar o que o outro tem de precioso para nos dizer.
O segundo verbo é uma atitude que depende de nós: seguir (“Elas me seguem”). Seguir Jesus é caminhar como Ele caminhou. O pastor ora anda na frente do rebanho, conduzindo; ora no meio, descansando junto com o rebanho; ora atrás, protegendo. Nossas ovelhas, nossos filhos, nossas famílias precisam ser protegidas.
O terceiro verbo é conhecer. Ainda que tenhamos muitos amigos, colegas profissionais, parentes, precisamos chamar cada um pelo nome para que o outro se sinta junto. Precisamos conhecer Jesus cada vez mais. E o conhecimento não se faz à distância, mas se faz pela busca, pelo encontro com Ele na eucaristia, quando dedicamos um tempo diário para estar com Ele, mesmo que seja pouco tempo. Precisamos ter uma amizade profunda com Jesus, de coração a coração.
Hoje Jesus fala: “Ninguém pode arrancar as ovelhas das minhas mãos”. Mãos abençoadas, que acariciavam crianças, levantavam paralíticos, mãos sustentadoras, que nos levam para a grande mão do Pai. Mãos que levantaram o pão e o vinho, que nos sustentam, nos alimentam. Estamos seguros nas mãos do Bom Pastor.