Memória de Santo Antônio Maria Claret

Memória de Santo Antônio Maria Claret

Celebramos hoje a memória de Santo Antônio Maria Claret. Um homem de evangelização itinerante, conhecedor e transformador de seu tempo, que fez de sua crença em Deus e na Palavra sua Missão. Sacerdote, bispo, missionário, apóstolo na imprensa e evangelizador dos ricos e das cortes espanholas, eis algumas das muitas atividades e funções que ele exerceu ao longo de uma vida impregnada de amor a Cristo, à Santa Igreja Romana e ao Papa. Sagrado bispo em 1850, Santo Antônio Maria Claret foi enviado a Santiago de Cuba, onde realizou um trabalho de evangelização tão estupendo que, numa de suas missões populares, foram necessários cerca de quarenta sacerdotes para dar conta do número de penitentes que, cativados pela pregação daquele grande pastor, acorriam ao confessionário; nesta ocasião, vale a pena lembrar, só a distribuição da comunhão levou mais de seis horas. E não há como pôr em dúvida que a eficácia deste santo missionário se deveu em boa medida à sua entrega à Virgem Santíssima, de cujo Coração Imaculado ele foi desde jovem um grande devoto.
Santo Antônio teve sempre consciência de que é Maria, a grande “Estrela da evangelização” pois é ela quem atrai os corações para Cristo.Foi beatificado em 1934 pelo Papa Pio XI e canonizado por Pio XII em 1950. Pelo seu amor ao Imaculado Coração de Maria e pelo seu apostolado do Rosário, tem uma estátua de mármore no interior da Basílica de Fátima em Portugal.
Santo Antônio Maria Claret, rogai por nós!