O Bom Jesus, nosso Rei

O Bom Jesus, nosso Rei

No domingo passado nos despedimos do evangelista Marcos e neste domingo
encerramos o ano litúrgico B com a celebração da festa de “Jesus Cristo, Rei do
Universo”, instituída em 1925 pelo Papa Pio XI em sua primeira encíclica Quas Prima.
Hoje os fiéis são chamados a reconhecer o reinado de Deus sobre todos os povos e
nações com o olhar dirigido a um Jesus crucificado, que usa espinhos como coroa e a
cruz como trono.
Na verdade, o Mestre foi rei apenas em dois momentos da sua vida. Quando entrou
em Jerusalém em cima de um humilde jumentinho emprestado, saudado com
entusiasmo pela multidão, e ao ser humilhado e revestido com um manto púrpura
durante a flagelação, terminando com a inscrição no alto da cruz: “Jesus de Nazaré, rei
dos judeus”.
O poder observado no mundo não é o mesmo de Jesus – Ele está na outra margem,
prega um outro reino, definitivo e eterno, onde a prioridade se apresenta na forma de
serviço. O reinado de Cristo está na entrega da própria vida, no amor até às últimas
consequências.
Não por acaso, no evento de hoje contempla-se a sua realeza no contexto da dolorosa
paixão. O Cristo na cruz que ilustra este texto pertence ao padre Alexandre, que o
trouxe da capela da sua casa para se tornar o centro do novo altar da Igreja Bom Jesus
do Vale. São também do padre as palavras a seguir, que os fiéis podem tornar suas, ou
como oração ou como poesia. Rezemos todos juntos:

“Ó Bom Jesus, divino amigo e fonte inesgotável de amor,
Pela tua misericórdia, abençoa sempre cada um de nós e guarda-nos pois somos teus.
Do alto da cruz derramaste sobre nós Teu Espírito,
Livrando-nos das trevas para que sejamos inteiros de Deus.

Diante de tua santa presença, aqui viemos suplicar:
Perdão pelos nossos pecados e por toda a dor que te causamos.
Tua misericórdia é insondável e não há quem veja fim,
Renova sempre a nossa fé e a certeza do que comungamos.

Ó Bom Jesus, confiamos em Teu infinito amor.
Por nossas misérias a cruz foi teu altar,
Mas Tu nos atraíste e agora, eterno bem,
Em Teu vale esperamos repousar. Amém!”

Oração ao Bom Jesus do Vale – Padre Alexandre Fernandes